segunda-feira, 30 de julho de 2012

Problema de expressão?

O meu anterior pseudo-chefe fechava sempre os olhos em jeito de elevada concentração mental sempre que eu proferia mais de 10 palavras seguidas. Fazia-me sentir uma autêntica intelectual...

A minha actual pseudo-chefe disse-me hoje que eu consigo estar a falar durante 10 minutos e ela consegue não entender nada. Motivador, hein?

Tudo numa boa e com risos à mistura, é certo, mas a mim dá que pensar. Eu acho que até uso linguagem de senso comum, mas pelos vistos não o suficiente.

Há situações em que temos mesmo de chamar os bois pelos nomes, por mais estrangeiros que eles soem, pá! E além do mais há nisto um certo espírito pedagógico. Só não vê quem não quer. Ou quem não pode...

Sem comentários: