terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Frozen

É como eu poderia ter ficado ontem de manhã a caminho do trabalho. Mas não. Fiquei apenas com o cérebro parado durante uns milésimos de segundo só para tentar perceber se era imaginação ou realidade. Eu conto, pronto...

Acho que quase todos nós já tivemos os chamados déjà vu ou sensações que não sendo esta, parecem roçar o extra-sensorial. Eu pelo menos já tive várias e às vezes chego mesmo a achar que, dada a frequência, terei queda para medium.

A mais recente foi ontem. Estava eu na marginal a ouvir a Comercial e a pensar com os meus botões nos miúdos dos Ídolos e no meu gosto pela música e por cantar, quando me ocorreu uma cena passada há uns anos largos na Zambujeira numas férias de Verão. Andava eu com uma amiga e um amigo dela pelas ruas da Janbugêra (como ele dizia, alentejano de gema) falando (sim, já estou a entrar no espírito do Alentejo também) de música e de gostos musicais, e lembro-me que comecei a trautear o Frozen da Madonna (agora que penso nisto, acho que já não trauteio tanto em público como antigamente... o avançar da idade havia de trazer algum benefício a alguém que não a mim...). O moço ficou visivelmente surpreendido, elogiou a minha voz e disse há aí qualquer coisa. A minha amiga - cumprindo na perfeição o seu papel de amiga! - disse que realmente eu cantava bué da bem. Para além disso mencionou que eu sabia as letras todas, facto que se revelava sempre extremamente perturbador para quem me rodeava em locais com música ambiente. Agora que penso nisto, hoje em dia serei bem menos perturbadora a este nível do que há uns anos atrás...

Estava a deambulação a acabar e acontece o quê? A Comercial começa a rodar nesse instante o Frozen. Foi aqui que se deu a paragem cerebral porque houve um momento em que não percebi se estava de tal modo embebida no pensamento e era isso que me fazia ouvir a música ou se na realidade a música estava mesmo a rodar. Pois, estava mesmo. Há que contextualizar e dizer que já não ouvia o tema há meses ou mesmo anos e numa estação de rádio então julgo que há muito mais. Os peritos de serviço em playlists darão a sua achega se acharem pertinente.

Enfim. Mais uma história para contar aos netos.
.

Sem comentários: