segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Sticky & Sweet


Dia 14 de Setembro de 2008. Domingo. A modos que já estou em contagem decrescente para esse grande acontecimento que se avizinha. O acontecimento é, não o espectáculo da senhora per se, mas a minha presença no dito (isto há gente c'uma lata!). Esta última frase foi só para entrar a matar e captar a atenção dos mais desinteressados e desatentos.

Ver Madonna ao vivo e a cores é algo que todos deveríamos experimentar um dia (agora virão de lá os mais conservadores defender uma tese contrária... mas não será só para contrariar, não senhor!...). Afinal de contas, trata-se de um ícone da cena musical mundial, que cruzou uma viragem de século e se mantém tão ou mais enxuta do que nos tempos idos de Like a Virgin ou de Ray of Light.

Ver Madonna assim tão perto (ou não tão perto quanto isso dada a dimensão do recinto) tem de ser uma experiência inolvidável. E acredito que o será.

E é isto... há que aproveitar esta oportunidade de visionamento, escuta e partilha, antes que ambas nos desloquemos em cadeira de rodas. É uma excelente razão, não é? É caso para dizer bate-na-madeira e mais umas quantas máximas supersticiosas. Mas, por ora, fico-me por aqui.

Sem comentários: