quarta-feira, 30 de abril de 2008

Que Deus a ajude!

Que é como quem diz "Santinha!" Se bem que a expressão do título seja para mim novidade no que toca a retorquir aos espirros alheios, é bem possível que me assente melhor que o referido agora no corpo do texto. Em primeiro lugar porque santinha não sou de certeza (Deus me livre e guarde!) e porque entre ser santinha e ter Deus a ajudar-me, prefiro definitivamente a segunda. Não enlouqueci, juro. É que hoje em open space no meu trabalho espirrei de forma audível, ao que uma colega (meia idade, super à frente e do mais despachado que aquela empresa já viu) responde com um "Que Deus a ajude!" tão ou mais audível que o próprio espirro. Eu (algo despachada também) logo lhe disse "Obrigada! Olhe que bem preciso!". Para meu espanto ela disse-me "Ah, era você? Ouvi espirrar mas nem percebi quem era". Fiquei desolada e logo o expressei dizendo: "Ah, então quer dizer que deseja que Deus ajude qualquer pessoa?!" Ouvi logo um "Com certeza! Não duvide!" que me deixou ainda mais de rastos. E pronto, à custa desta cena parvíssima deixei-me rir (esta expressão irrita-me solenemente mas assenta aqui que nem uma luva) hoje por várias vezes. Isto contado não tem graça nenhuma, mas no momento teve toda a graça. Pelo menos para as pessoas envolvidas. Situações espontâneas em que cada um diz uma bacorada pior que o outro são da minha predilecção e são capazes de me encher um dia. Foi o caso de hoje. "Rústica d'um raio" pensarão alguns. Mas não me importo. A sério.

2 comentários:

muguele disse...

E não é que nunca mais desapareceu o texto?

Sempre era o "modelito" ;)

Dream on disse...

Isto quem tem amu(i)gos tem tudo! Mas o outro modelito era "maimenito". :(